Imigrantes despedidos por participar das passeatas

Engana-se quem pensa que os Estados Unidos são o país da liberdade.

Nas semanas seguintes à movimentação  pelo direito de se tornar cidadãos  e se tornar parte da nação, um número de imigrantes recebeu uma oferta que não podem recusar, ou são obrigados a aceitar: a porta da rua.

Matéria de Monica Davey no New York Times destaca que:

– 10 trabalhadores foram despedidos em um restaurante na Flórida,

– 22 foram despedidos em uma fábrica de ar-condicionados no Texas,

e a lista ainda pode aumentar.

Os comentários estão desativados.