Crônica de Boston: Falsa taça arrebata corações em Boston

De noite todo gato é pardo. Deve ter isso que a empresa que produz a cerveja mais famosa dos Estados Unidos, a Budweiser,  pensou quando enviou uma falsa taça da Copa do Mundo para Boston.

A taça, anunciada como aquela que a Itália conquistou na Copa da Alemanha 2006, rodou todos os restaurantes da parte norte de Boston, reduto dos descendentes de italianos na região, e foi beijada e adulada por políticos locais do peso do Prefeito de Boston Thomas Menino.  De tão importante, rendeu foto na capa do Boston Globe de quinta-feira, e renderia um comentário legal na Transamérica  na sexta (me safei por pouco).

Graças à reportagem do Boston Herald, os leitores do Boston Globe descobriram a verdade ontem: a taça nao é a mesma dada aos italianos na Alemanha, é uma réplica. E fez vários políticos da região e do estado de bobos, junto com a italianada de Boston.  Agora estão todos desapontados.

Reportagem de hoje do Boston Globe afirma que a taça não é realmente a dos italianos (o consulado da Itália aqui em Boston informou), mas afirma que ela será dada aos vencedores da Copa 2010 na Africa do Sul. Pouco provável, eu penso.

Enquanto isso a verdadeira taça será apresentada aos italianos somente esse final de semana em Roma, conforme a FIFA. 

A maior decepção dos sul catarinenses se refere à falsa loira do Tchan. Um empresário local trouxe a loira para um show, e lá pelas tantas da noite se descobriu que a loira não era a do Tchan. Virou caso de Procon.

Quando não é a loira do Tchan que engana,é a loira gelada dos norte-americanos.

E a italianada de Boston aprendeu outro provérbio antigo:

– Esmola quando é demais o santo desconfia!

Os comentários estão desativados.