Arquivo do dia: 08/11/2006

Senado acaba de ser conquistado por democratas

Foi o golpe fatal de quarta-feira. Com Rumsfeld fora do caminho, com o Presidente se lamentando, uma recontagem foi rapidamente levantada e a diferença de votos agora aumenta para mais de 7 mil votos a favor do Democrata Jim Webb.

O resultado final no Senado aponta a vitória dos Democratas com 51 membros no Senado contra 49 dos Republicanos.

Aumentam chances de aprovação da reforma imigratória

Com a maioria garantida na Câmara, aumentam as chances de se aprovar a reforma imigratória. O Presidente promete trabalhar junto com os Democratas. Os Republicanos foram muito duros com Bush sobre imigração.

Nancy Pelosi se estabelece como a cara do Partido Democrata

Nancy Pelosi se estabelece como a cara e a voz do Partido Democrata após as eleições. Ela deverá ser a nova presidente da Câmara. Vai pressionar o governo Bush a acertar seu rumo junto ao povo norte-americano.

A contagem de membros do Senado tem vantagem dos Democratas, por enquanto. Democratas têm 50 membros, Republicanos têm 49. A Virgínia vai decidir o empate dos Republicanos ou a vitória dos Democratas.

Os Democratas dominam a Câmara com 229 membros contra 196 Republicanos.

R 196 D 229  

Frase do dia: Bush por Bush sobre a vitória dos Democratas

“Estou obviamente desapontado com o resultado da eleição, e como chefe do Partido Republicano, eu divido a maior parte da responsabilidade.”

Bush em pronunciamento oficial às 13h00 sobre o resultado das eleições.

E Rumsfeld renuncia após resultado das eleições

Para alegria dos generais críticos de Rumsfeld, o figurão desaparece de Washington. Em seu lugar, Robert Gates, ex-chefe da CIA.

Rumsfeld fazia parte do círculo interno do poder de Bush. Eu acreditava que Rumsfeld não sairia tão cedo e ficaria até o final. Assim acreditava grande parte de Washington.

Ele passou por vários momentos difíceis na administração Bush, sobreviveu a todos até hoje.

Vox populi, vox Dei. Ele acabou caindo.

Governadores: democratas elegem maioria

Democratas elegeram 28 governadores, Republicanos elegeram 20.

(A CNN mostra agora fotos dos caixões dos soldados mortos no Iraque. No início as fotos foram proibidas.)

Eleitor de Nova York vê voto anti-guerra

Bem lembrado que o eleitor de Nova York é liberal demais, e, por isso, os votos de 2006 estão sendo considerados um não à guerra do Iraque, assunto discutido amplamente em várias disputas estaduais.

O que Bush dirá hoje? Deve repetir o discurso velho de patriotismo, proteção contra terroristas. Não creio que dirá um “Sorry” como disse Clinton em meados do ano 90 na mesma situação.

Controle em Washington

Câmara: 227 democratas, 193 republicanos.

Senado: 49 democratas, 49 republicanos.

Montana e Virgínia poderão decidir controle do Senado

O Senado está com disputas acirradas. A eleição nos estados de Montana e da Virgínia vai decidir quem controla o Senado. A recontagem dos votos na Virgínia poderá demorar semana a menos que algum dos candidatos assuma a derrota (você assumiria? Duvido.).

Em Montana a diferença deverá ficar na casa de 1% também.

O blog marca seu ponto na eleição 2006: previu com horas de antecedência que a vantagem seria de somente um voto no Senado. Horas depois, as TVs norte-americanas observaram a tendência.

Eleitor vai dormir com três estados na cabeça

Os estados que vão definir (o resultado só sairá pelas 8h00) a maioria no Senado são: Missouri, Montana e Virgínia (se for ordenada recontagem, a Virgínia deve demorar dias ou semanas para  definir o vitorioso).

Para entender: o Senado tem 100 cadeiras, na parcial exata do momento o placar é 49 cadeiras para Republicanos, 48 para Democratas.

Resumo geral: maioria da Câmara é Democrata, Senado pode ter maioria Republicana, governador de Massachusetts é Deval Patrick, senador de Massachusetts é Edward Kennedy. Deputado James Eldridge de Acton-MA é reeleito.