Eleitor de Nova York vê voto anti-guerra

Bem lembrado que o eleitor de Nova York é liberal demais, e, por isso, os votos de 2006 estão sendo considerados um não à guerra do Iraque, assunto discutido amplamente em várias disputas estaduais.

O que Bush dirá hoje? Deve repetir o discurso velho de patriotismo, proteção contra terroristas. Não creio que dirá um “Sorry” como disse Clinton em meados do ano 90 na mesma situação.

Os comentários estão desativados.