Arquivo do dia: 29/11/2006

Modelo brasileira de Boston faz sucesso nos Estados Unidos

dsc01570.JPGA modelo brasileira Sasckya Porto (foto), natural de Pernambuco, está abrindo horizontes nos Estados Unidos. Aos 20 anos, a modelo brasileiro, cuja família mora na região de Boston, emplacou na edição de novembro/dezembro da Cigar Aficionado.

Sascya fazia parte do cast da agência de modelos Wilhelmina até agosto, em setembro ela assinou contrato com a Major Model Management.

Antes de se tornar modelo profissional, ela trabalhava em uma loja de departamentos norte-americana. Atualmente, ela é modelo profissional e mora em Nova York.

A revista Cigar Aficionado, dirigida aos “homens da vida boa” amantes do charuto, é uma publicação bimestral e sempre tem um ator na capa fumando um charuto. O ator do mês de novembro/dezembro é Dennis Haysbert e a modelo brasileira aparece nas fotos da seção de guia de compras de Natal. 

Mais fotos da modelo estarão no site www.radiocriciuma.com.br.

(A Sasckya é leitora do blog, pessoal.)

Damyller começa campanha publicitária norte-americana na segunda

Na próxima segunda-feira (6/12) a Damyller Jeans invade a telinha norte-americana. A Damyller inicia campanha  publicitária nos canais da MTV, da VH1(concorrente da MTV) e do E! (canal de entretenimento).

A empresa abandona os comerciais na Globo Internacional, traduz os textos e foca no consumidor norte-americano.

A manager da loja de Saugus-MA, Camila Nuernberg, ficou ainda mais animada depois das vendas de Thanksgiving.

Rede de televisão norte-americana chama guerra do Iraque de “guerra civil”

A semana começou quente por aqui. A rede de TV aberta decidiu não mais seguir a cartilha da Casa Branca, e passa a chamar a guerra do Iraque de “guerra civil”.

Rotular a guerra do Iraque como “guerra civil” pode aumentar ainda mais a insatisfação pública com a morte de soldados norte-americanos em solo iraquiano. E foi assim que começou a insatisfação do público com a guerra do Vietnã, alertam especialistas.

A Casa Branca não aprova a definição da NBC para a guerra do Iraque, mas a rede informou que foi uma decisão difícil a ser tomada.

(Os comentaristas conservadores, antes pró-Bush, também começaram a retirar seu apoio à guerra na segunda-feira, 27.)