The Economist investe em edição em áudio

economist.jpg São muito comuns nos Estados Unidos os livros em áudio, que costumavam ser em fitas-cassete e hoje são em CD. O objetivo é fazer com que seu tempo seja proveitoso na viagem para o trabalho (“commute”) ou entre as voltas na cidade para resolver uma coisa ou outra (“doing the errands”).

Agora o semanal The Economist lança a edição do semanário (para mim parece uma revista, mas os próprios editores o chamam de jornal). A edição em áudio da revista está disponível para assinantes da edição impressa a partir das 17 h de Londres todas as sextas-feiras e pode ser acessada no link www.economist.com/audioedition .

Quem não é assinante paga 8 dólares por edição e tem acesso ao conteúdo.

Os comentários estão desativados.