Hillary aumenta vantagem em pesquisa

wsj.jpgNa semana passada Hillary Clinton chamou o colega de senado, e também presidenciável, Barack Obama de “inexperiente” em relações internacionais, depois de ter sido chamada por ele de uma versão light de Bush e Chenney. A briga foi relatada em todos os diários dos Estados Unidos e só perdeu a força depois da queda da ponte em Minnesota.

Na pesquisa do Wall Street Journal/NBC News  da última quarta-feira (1) Hillary subiu de 39% para 43% e ampliou a diferença sobre Obama para 21 pontos (ele tem 22%). Na pesquisa de hoje, conduzida pelo USA Today/Gallup Clinton (é assim que os jornais a tratam agora) tem 48% e Obama, 26%.  Confirma-se então a queda de Obama com crescimento da candidatura da ex-primeira-dama.

Com os ventos soprando a favor, a capa da próxima revista Forbes falará do quanto os investidores nos Estados Unidos preferem Hillary.

Os comentários estão desativados.