Arquivo do dia: 18/08/2007

Criciúma 2 x Portuguesa 2

criciuma-x-portuguesa-040.jpg     criciuma-x-portuguesa-021.jpg     criciuma-x-portuguesa-034.jpg

criciuma-x-portuguesa-001.jpg     criciuma-x-portuguesa-024.jpg     criciuma-x-portuguesa-075.jpg         

Andreza Bergmann, do Sul Notícias, traz aos leitores do Blog fotos do jogo do Criciúma contra a Portuguesa realizado nesta tarde de sábado.

Clique nas fotos para ampliá-las.

Conheça os novos Kennedys

Desde que saíram da Casa Branca, os Clintos não tiveram um minuto de sossego. Eles sempre foram o centro da atenção da mídia, e mantiveram boas relações com ela após a saída de Washington. O poder político passou das mãos do marido Bill para a esposa Hillary, que logo virou senadora por Nova York.

A corrida por Nova York ( e não por Illinois, onde Hillary nasceu e passou boa parte da vida, e nem por Arkansas, onde foi primeira-dama do Estado) foi planejada por assessores nos mínimos detalhes, pois era o estado em que a dama de ferro era mais popular. Em Nova York o único candidato que poderia vencê-la deixou a disputa de 2000 depois de diagnosticado com câncer de próstata e meses depois de revelar que tinha uma amante. O nome do candidato? Rudy Giuliani, que agora poderá se tornar o candidato a presidente e enfrentar Hillary. Semelhantemente, em 2006, Hillary viu a candidata republicana Jeanine Pirro sair da disputa antes do final para concorrer a outro cargo público (ela “amarelou”).

O maridão Clinton também nunca esteve longe das câmeras e dos repórteres do maiores jornais do país. Como ex-presidente, primeiro se dedicou a reunir o material da sua presidência em sua biblioteca presidencial em Arkansas (FHC fez o mesmo criando o Instituto Fernando Henrique Cardoso em São Paulo), depois se juntou ao velhão George H. Bush. na busca de recursos financeiros para as vítimas do Katrina a convite do próprio Presidente Bush e na Iniciativa Clinton, que reuniu os principais líderes mundiais para melhorar o mundo. Agora, Clinton trabalha sem parar nos bastidores, bem como em algumas aparições públicas, com a esposa presidenciável em campanha.

Ou seja, desde 2001, quando acabou a presidência Clinton, eles, o casal Bill-Hillary, ainda dominam as manchetes, superando até o atual Presidente Bush. Eles só perderam nos primeiros dias de mandato e no período pós-11 de setembro.

Ao pesquisar Amazon.com, o maior site de venda de livros nos Estados Unidos, você verá uma lista enorme de livros escritos sobre os Clintons e sobre os Kennedys. Além de biografias do casal escrita pelos próprios, há uma outra lista de biografias escritas por jornalistas.  Sobre os Kennedys, há material escrito por eles e sobre eles: no topo da lista os irmãos Robert e John Kennedy e biografias da família. Mas, politicamente, o clã não tem força política energizante como o do casal Clinton, apesar de ter Edward Kennedy no Senado. O sonho da presidência passou por Robert e por Edward há décadas. Passaria por John Kennedy Jr. se não tivesse morrido em um acidente de avião em 1999.

Como em clãs políticos, os Clintons terão outro fato a comemorar se Hillary se tornar a primeira-Presidente: Chelsea será a primeira “primeira-filha” pela terceira vez na história dos Estados Unidos.   

chelsea.jpg

Tal mãe, tal filha: Hillary admira a criação, Chelsea admira a criadora.

Foto: New York Times.