Arquivo do dia: 09/09/2007

Candidatos democratas em debate na Univision

tzmos_clinton_obama_edwards4.jpgOs pré-candidatos à Casa Branca, entre eles, Barack Obama, Hillary Clinton e John Edwards, estão participando de um debate neste momento na rede Univision, destinada a comunidade que fala espanhol nos Estados Unidos. Politicamente, o voto “latino” representa 17 milhões de eleitores nos Estados Unidos.

A senadora Hillary Clinton foi a mais aplaudida no debate que recém começou. Entres os temas tratados, a imigração volta à pauta dos candidatos assim como o sistema de saúde, e a crise hipotecária atual, que necessita de uma maior intervenção federal para que milhares de pessoas não percam suas casas, segundo a candidata Clinton.

Atualização: Todos os candidatos se comprometeram, caso forem eleitos, a promover a reforma imigratória no primeiro ano de governo.

O candidato Bill Richardson, ex-governador do estado de Novo México, quis responder em espanhol, que fala fluentemente, mas foi desanconselhado pelos apresentadores, pois as regras do debate estabeleceram o inglês como a língua em que os candidatos responderiam as perguntas. Prosseguiu, então, em espanhol e as respostas foram traduzidas durante todo o debate para o espanhol simultaneamente.

O debate foi realizado na Universidade de Miami, na Flórida.

Maicon Sizenando é destaque na Univision

O narrador Fernando Fiore avisou no início do jogo que o jogador Maicon Sizenando tem uma história interessante. Minutos depois ele contava a história:

“Maicon teve seu nome derivado do nome do ator Michael Douglas. O pai gosta muito de cinema e colocou o nome de Maicon, que acho que é como os brasileiros pronunciam o nome Michael, ou foi um erro de cartório. Ele tem um irmão chamado Marlon Brando.”

O jogador criciumense Maicon Sizenando também foi elogiado por sua desenvoltura no campo.

Hillary x Giuliani

A semana passada serviu politicamente para uma definição prévia de quem devem ser os candidatos mais fortes entres os presidenciáveis dos dois partidos. Hillary certamente será a candidata do Partido Democrata e o ex-prefeito de Nova York Rudy Giuliani será o candidato do Partido Republicano. Só eventuais acidentes de percurso poderiam tirar hoje os dois nomes das chapas, chamadas aqui de “tickets”.

Hillary emplaca novamente na capa de uma revista semanal de prestígio: a Newsweek. A revista traz a ex-primeira-dama em discurso em New Hampshire em que declara que “assim que eu vencer a eleição, ainda antes de tomar posse, enviarei líderes influentes dos partidos (democratas e republicanos) ao mundo dizendo que os Estados Unidos estão de volta, que novos tempos chegaram para esses governos, e especialmente para cidadãos do mundo, terem um novo relacionamento com os Estados Unidos. Juntos com os republicanos, reorganizaremos a política internacional dos Estados Unidos.”

Com o discurso de união entre ambos os partidos, Hillary espera captar os votos dos republicanos descontentes com Bush, e que não conseguem se identificar com Giuliani.

Na mesma semana a corrida dos candidatos republicanos ganhou um novo Reagan: Fred Thompson, que já andava visitando os estados-chaves das primárias, anunciou a candidatura formalmente. Um conservador moderado como Reagan, Thompson é ex-senador pelo estado do Tennessee e ator da série “Law and Order”.

Reagan é considerado como o presidente republicano de maior destaque nos Estados Unidos: o fim da Guerra Fria no final dos anos 80 colocou o 40o presidente dos Estados Unidos no pedestal.  Thompson espera crescer na sombra do ator que virou presidente.

newsweek.jpg

Newsweek: que tipo de líder ela seria?

Programa de domingo: Brasil e Estados Unidos em Chicago

O Brasil joga hoje em Chicago contra a seleção dos Estados Unidos. Com o domingo nublado na Nova Inglaterra, a maioria dos brasileiros vai sentar em frente à televisão e assistir a partida em espanhol transmitida pelo canal Univision a partir das 16 h na Costa Leste. A narração é de Fernando Fiore (“Golo! Golo! Golo!”).

O jogo é visto como uma preparação para o clima em Boston na quarta-feira quando a seleção brasileira vem para enfrentar o México no Gillette Stadium.

A Rede Globo não transmite o jogo para os Estados Unidos devido a problemas contratuais.