EUA: Teste de cidadania é reformulado

Há dois anos preparei um amigo para o teste de cidadania. Ele tinha a lista de perguntas mais comuns, algo como, quais foram as 13 colônias que originaram os Estados Unidos, qual a data de Independência, e Independência de quem. Estudou por semanas depois do trabalho.

Foi à entrevista, e foi aprovado. Jurou a bandeira e hoje é cidadão dos Estados Unidos (e conserva a cidadania brasileira). Entra nos Estados Unidos com o “American passport”, que tem cor azul e poucas folhas e entra no Brasil com o passaporte brasileiro (ele ainda deve usar a versão verde).

A nova versão do teste de cidadania, que foi apresentada ontem,  entra em vigor em outubro de 2008, com perguntas que incluem o 11 de setembro, a contribuição dos “African-Americans” na história dos Estados Unidos, a filiação partidária do Presidente. O teste deixa de ser a decoreba que foi no passado e visa verificar o quanto o candidato conhece da estrutura democrática e como ela funciona.

Nas novas questões a Casa Branca ficou de fora, mas a Estátua da Liberdade precisa ser localizada.

A pessoa que tenha o green card por cinco anos pode se tornar cidadão, no caso de pessoas que adquiriram o green card por casamento com um cidadão dos Estados Unidos, já no terceiro ano ele se qualifica como candidato à cidadania.

Leia mais:

Dez questões do teste reformulado (teste a você mesmo)

100 questões do teste reformulado

Comparação do teste atual com o reformulado

Os comentários estão desativados.