Arquivo do mês: janeiro 2008

Edwards e Giuliani desistem da corrida presidencial

Se a Flórida serviu para alguma coisa, foi para tirar dois candidatos do páreo. Edwards, um advogado bem sucedido que fez fortuna e era o candidato que defendia os pobres, saiu da disputa hoje. Segundo o que afirmou, ele vai deixar a história continuar, e a história hoje favorece dois nomes no Partido Democrata: Barack Obama e  Hillary Clinton.

O outro candidato desistente vem da fase 11 de setembro dos Estados Unidos, e hoje essa fase parece que morreu: Rudy Giuliani, ex-prefeito de Nova York, e um dos palestrantes mais bem pagos depois dos ataques às Torres Gêmeas, saiu de cena enfraquecido.

Enquanto Edwards era um rosto bonito, mas não conseguia cativar como candidato a presidente (seu papel foi sempre mais para vice-presidente, como em 2004, com Kerry como cabeça de chapa), Giuliani teve momentos de grandeza no 11 de setembro e o nome sempre lembrado para a Casa Branca. Mas não empolgou nas últimas semanas.

Giuliani agora aposta em McCain, que disputa com o ex-governador de Massachusetts Mitt Romney. Edwards tem mantido contato constante com Obama.  Na reta fina para a Super Terça, 5 de fevereiro, os dois partidos polarizam seus nomes: de um lado Romney e McCain, do outro Hillary e Obama.

Laguna no New York Times

Carnaval no Rio? Não só no Rio. O New York Times surpreende e reconhece o Carnaval em Laguna.

Leia aqui em português. E aqui em inglês.

O efeito Barack

Nas últimas semanas a candidatura de Barack Obama continua ganhando força. A vitória na Carolina do Sul só vem a enfatizar que a melhor resposta do candidato à Hillary são os números apresentados: Obama, 55% dos votos contra Hillary, 27%. Após todo esforço duplo (Bill + Hillary), o casal Clinton não consegue captar os votos necessários para elevar a campanha para outro nível além do ataque pessoal.

O envolvimento de Clinton na campanha provou ser menos benéfico do que previsto. Os Clintons já não somam quanto no passado. E o eleitor, quando indagado mesmo em Massachusetts, revela que a era Clinton é coisa do passado.

Neste exato momento conta quem leva a melhor, e Obama leva a melhor. Veremos na Super Terça, dia 5 de fevereiro 22 estados decidem quem serão seus delegados e, por consequência, seus candidatos à Presidência.

Até lá Hillary vai tentar deixar o maridão quieto.

McCain, Romney e Hillary têm vitórias importantes

O Senador pelo estado de Arizona, John McCain, continua forte no páreo. McCain conquistou o estado da Carolina do Sul no final de semana, mantendo-se à pouca distância do pastor Huckabee.

Em Nevada, terra dos cassinos de Las Vegas, Hillary Clinton foi a vencedora no lado liberal, pelos conservadores o presidenciável Mitt Romney levou a melhor.

Como o número de delegados à Convenção de cada partido é o que determina o sucesso dos candidatos, confira o placar do momento nos dois partidos:

Hillary – 210 delegados, Obama – 123, Edwards – 52 e Kucinich – 1.

Romney – 72, McCain – 38 e Huckabbe – 29.

O quadro se mostra bem complicado. A cada prévia ressurgem nomes que perderam em outros estados. O equilíbrio das forças políticas é bom para a democracia, e isto parece estar acontecendo.

Em 2004 tivemos uma disputa entre John Kerry e Bush. O eleitor não viu uma escolha excelente no senador por Massachusetts. Bush levou o voto no melhor estilo “vote no sujeito que você convidaria para o churrasco em sua casa”.

2008 nos parece reservar melhores surpresas.

Direto de Londres: José DalToé nos apresenta o Brasil lá fora

O leitor José DalToé, que tem contribuído para o Blog com textos diretos da capital inglêsa, nos brinda com um passeio especial pelo lado brasileiro de Londres.

O material, pela riqueza, foi encaminhado à Rádio Criciúma e pode ser acessado aqui.

Direto de Londres: poloneses buscam sonho no Reino Unido

Segundo uma pesquisa publicada ontem no jornal Daily Mail, um em cada quatro poloneses  pretende morar definitivamente na Inglaterra. A Polônia faz parte da Comunidade Européia há três anos e a estimativa é que mais de 700 mil poloneses tenham vindo morar no Reino Unido.
Com uma população de mais de 38 milhões de pessoas a Polônia vem perdendo um grande número de habitantes que estão tentando a sorte em um país mais rico da Europa. Para reverter esta situação o governo polonês e as empresas têm oferecidos melhores condições de trabalho e melhores salários  para os  jovens talentos a ficarem no país.

Direto de Londres: veja os jornais que circulam no metrô

O sistema de metrô de Londres é o mais antigo do mundo e muito eficiente. São várias linhas que cortam a cidade em todas as direções. Como milhões de pessoas usam o sistema diariamente, empresas de comunicação e vendas criaram jornais grátis que circulam de segunda à sexta-feira. Uma boa opção que agrada os usuários do metrô e as empresas que pagam os anúncios nos jornais.
englishpapers.jpg (Clique para ampliar)
 Acima uma foto dos jornais que mais circulam no metrô: The London PaperLondon Lite.
Observe que o interesse da mídia londrina sobre Diana e Britney Spears continua bem aceso.

Primárias do Partido Republicano na Carolina do Sul

As primeiras pesquisas das primárias na Carolina do Sul, se elas querem dizer alguma coisa, apontam um empate técnico entre John McCain e Mike Huckabee, o que ainda torna mais interessante a disputa dentro do Partido Republicano. McCain teria 27% contra 25% de Huckabee. É esperar para ver o resultado no final da noite deste sábado.

No lado democrata, com primárias previstas para o dia 26, Obama pode vencer com ampla margem sobre Clinton.

Reportagem do New York Times de hoje aponta a divisão dos votos dos afrodescentes do Sul entre Obama e Clinton. O casal Clinton tem história de apoio às causas dos negros nos Estados Unidos, mas Obama é o primeiro representante da raça na disputa presidencial. 

O mundo endoidece às terças

– O candidato do Partido Republicano Mitt Romney, ex-governador de Massachusetts, vence em Michigan.  A vitória coloca o anti-imigrante Romney no centro das atenções junto com dois outros nomes: McCain e Huckabee. A corrida presidencial republicana fica agora dominada por um ex-governador mórmon, um herói de guerra e um pastor.

– O Brasil se aproxima do Oscar 2008 (a festa corre o risco de esvaziar devido à greve dos roteiristas, que acabou com a festa do Globo de Ouro) com o filme “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias“.

– Paris Hilton foi escolhida (eu não acredito!) como a Mulher do Ano para receber o prêmio do Hasty Pudding da Harvard. Ano passado cobri Ben Stiller como o Homem do Ano.

Candidato Republicano pode atrair voto latino

johnmccain_highres1_sm.jpgO candidato Republicano John McCain, senador do estado de Arizona, é hoje um dos nomes mais respeitados dentro do Partido Republicano, e sua vitória em New Hampshire o coloca como um dos nomes fortes à Casa Branca.

McCain foi o senador que escreveu o projeto de imigração junto com o colega do Partido Democrata Edward Kennedy. McCain e Kennedy defenderam o projeto até sua votação no Senado. Levaram juntos a bandeira que garantiria a possibilidade de legalização para mais de 11 milhões de imigrantes indocumentados.

John McCain foi prisioneiro de guerra na Guerra do Vietnã. Sobreviveu a torturas. Tido como morto, ressurgiu. Foi sempre tido como o candidato ideal à Presidência dos Estados Unidos. Tradicionalmente ele vence nas primárias de New Hampshire.  Mas em uma campanha do Partido Republicano com dois nomes de peso, Romney e Giuliani, um ex-governador e um ex-prefeito com destaque intenso pós 11 de setembro, surpreende que o nome de McCain voe tão alto.

Pesquisa divulgada esta tarde aponta Hillary como a vitoriosa das primárias da Super Terça-feira, 5 de fevereiro, na Califórnia. No lado Republicano, McCain deve ser o vencedor.

Deve ser devido à sua imbatível credibilidade.

Foto: John McCain 2008 – http://www.johnmccain.com