Sobre Hillary, Obama e Kerry

Hillary Clinton: a vitória de Hillary Clinton na terça-feira foi surpreendente. Durante todo o dia os eleitores de Obama mostraram entusiasmo e fizeram campanha pelo seu candidato de casa em casa. Mesmo de Boston voluntários partiram para dar suporte aos vizinhos de New Hampshire. Quando todos os analistas apostavam na vitória de Barack Obama, a Sra. Clinton virou a mesa e ganhou as primárias do estado. Hillary repete o ano de 1992, que beneficiava Clinton como o “comeback kid”, o garoto que dá a volta por cima. Hillary se estabelece agora como uma candidata difícil de ser derrubada.

Barack Obama: o candidato confirma a tendência de mudança do eleitor dos Estados Unidos. A relação entre Obama e Hillary tem sido difícil nos últimos meses, unido o casal Clinton tem atacado ferozmente o colega democrata. Obama, apesar da inexperiência, tem convencido o eleitor de Iowa. E pode surpreender em outros estados.

John Kerry:  candidato derrotado na eleição de 2004, o Senador John Kerry conseguiu a façanha de perder para Bush. Não conseguiu convencer o eleitorado de que era a melhor escolha para o país. Kerry mudava de opinião a todo instante.  Na sua chapa colocou o então Senador John Edwards como vice (hoje ele disputa a nomeação do Partido Democrata). Derrotado, Kerry tentou manter seu nome no páreo para 2008, mas seu nome rapidamente se desgastou.

A notícia do dia é o apoio que Kerry anunciou a Obama na Carolina do Sul. O senador democrata de Massachusetts acredita que Obama representa mudança, o que significa que alguns acreditam que Hillary poderá ser a continuação da política de guerra de Bush em termos práticos.

O apoio de Kerry fere principalmente dois companheiros democratas: a ex-primeira-dama Hillary Clinton e o ex-companheiro de chapa John Edwards.

Outro fato do dia foi a desistência da candidatura de Bill Richardson, governador do estado do Novo México, fluente em espanhol e caçador do “voto latino”. Richardson desiste após amargar o quarto lugar em New Hampshire.

Os comentários estão desativados.