Arquivo do mês: junho 2008

Michelle Obama não quer ser a distração da campanha

Se depender da esposa de Barack Obama, a advogada de 44 anos, Michelle não será a distração da campanha presidencial em sua segunda etapa (definidos como candidatos, Obama e McCain estão em busca de um vice e de dar uma esticadinha na agenda internacional. Obama parte para a Europa, McCain vai ao México e Colômbia.)

Em entrevista ao USA Today, publicada no jornal de hoje, Michelle declarou em New Hampshire que vai manter suas declarações tão autênticas quanto possíveis (na primeira fase da campanha, ela disse que estava orgulhosa de seu país pela primeira vez em sua vida adulta em virtude da candidatura do marido.)

Confira o aúdio no site do USA Today aqui.

A análise de Sérgio Dávila

Correspondente da Folha de São Paulo em Washington, Sérgio Dávila trouxe uma das melhores análises sobre a união entre Barack e Hillary Clinton em Unity, New Hampshire.

Lá, nas primárias, Barack e Hillary receberam 107 votos cada um.

Vale a pena escutar Sérgio Dávila aqui.

Rádio Criciúma recebe prêmio ACIC de Jornalismo

Criciúma – A ACIC – Associação Empresarial de Criciúma realizou nesta segunda-feira a solenidade de entrega do 8º Prêmio ACIC de Jornalismo – A Marca do Talento para os profissionais de rádio, televisão, jornal, fotografia, web jornalismo e estudantes de jornalismo. O evento marcou os 64 anos de fundação da Associação.

Continue a leitura aqui.

Ex-assessora de campanha de Hilllary é contratada por Obama

A campanha de Obama, em busca de unidade no Partido Democrata, deve contratar a ex-assessora de campanha de Hillary Clinton, Patti Solis Doyle, que serviu como uma das principais estrategistas da ex-primeira-dama.

Patti Solis Doyle fará parte da assessoria do futuro candidato ou candidata à Vice Presidente na chapa com o Senador Obama. Ela foi afastada da campanha de Hillary em fevereiro por sua estratégia errada na campanha da candidata à Casa Branca.

Informações do blog The Caucus.

 

Mr. Russert, simply the best

Tim Russert foi um dos melhores jornalistas do país, simplesmente o melhor, como no meu título (e na música da Tina Turner).

Em Meet The Press Russert trazia todos os domingos os melhores entrevistados e os melhores debates.

O programa fez história com Tim Russert. Escrevi para a Rádio Criciúma sobre ele e o New York Times traz um slide show aqui.

Celtics encara 7 partidas com Los Angeles Lakers nas finais da NBA

Camisa de Paul Pierce do CelticsNa quinta-feira (5), os Celtics derrotaram os Lakers por 98 a 88. No domingo (8), o time de Boston novamente derrotou os Lakers, com o placar de 108 a 102. Ambos os jogos foram em casa, ou seja, em Boston.

Ontem, ainda na série de 7 jogos das Finais da NBA, os Celtics perderam para os Lakers. O placar do jogo realizado em Los Angeles (e com a presença de Steven Spielberg,entre outras estrelas) na noite de ontem (10) mostrou os Lakers com 87 pontos e os Celtics com 81.

São duas vitórias em casa, com uma derrota fora de casa, para os Celtics (o time de cor verde da NBA).

O próximo jogo será transmitido amanhã às 21h pela ABC, direto de Los Angeles. Boa sorte para o Celtics!

 

Hillary Clinton sai oficialmente da corrida presidencial

Leia aqui.

Derrota da seleção decepciona brasileiros em Boston

54 mil torcedores coloriram o Giletão.

Torcedores do Criciúma marcam presença!A derrota da seleção por 2 a 0 contra a Venezuela decepcionou os brasileiros na região de Boston, mas o amor pelo Tigre esteve presente.

O estádio com 54 mil torcedores deveria ter trazido inspiração para os jogadores do Brasil.

Fotos: Nézio Campos.

 

Livro reúne entrevistas históricas da Rolling Stone

A revista Rolling Stone, que celebrou os anos 60 e que sempre trouxe inúmeras entrevistas de qualidade, traz neste livro os nomes mais conhecidos da música, do cinema e da política para um encontro com o leitor.

Entre as personalidades, entrevistadas pelo pessoal da revista e o fundador, editor, mentor Jann Wenner, estão Bill Clinton, Francis Coppola, Bob Dylan e John Lennon.

 

Semana histórica na política dos Estados Unidos

A semana tem sido histórica nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Na terça-feira (3), Barack Obama se consolidou como o primeiro candidato afro-americano dos Estados Unidos à Presidência a conquistar a nomeação pelo Partido Democrata.

Ontem, quarta-feira (4), a ex-primeira-dama Hillary Clinton anunciou que está desistindo de sua candidatura para apoiar Obama. O anúncio será oficializado no sábado em Washington.

Será um passo para a unidade dos Democratas, tão necessária para a vitória em novembro.

Há a discussão aberta que Hillary poderá ser vice de Obama. O “dream ticket”, como é chamado pela imprensa por aqui, seria Obama-Hillary, um time invencível para a conquista da Casa Branca.

A desistência de Hillary, uma Clinton, à presidência é histórica, pois os Clinton não estão acostumados a perder, e nem a desistir.