Arquivo do mês: dezembro 2008

Neve na virada

As lindas fotos do catarinense Nézio Campos mostram um dia em que o branco novamente dominou.

2008 em poucas palavras!

Fatos que marcaram o ano que passou:

– Eleição de Barack Obama.

– A crise das seguradoras, bancos e montadoras.

– A volta da gasolina a preços aceitáveis no mercado dos Estados Unidos (na faixa de 1,60 dólares por galão).

– O dólar volta a ser moeda forte no Brasil (acima dos 2 reais está bom demais).

Quer ver neve?

É só olhar aqui.

Caroline Kennedy trabalha para ser a substituta de Hillary no Senado

Com nome reconhecido no meio político dos Estados Unidos, Caroline Kennedy, 51 anos, caminha rápido para se transformar a pessoa a ocupar a cadeira de Hillary Clinton no Senado. Hillary será a próxima Secretária de Estado, após a devida aprovação pelo Senado.

A Sra. Clinton ocupará um dos cargos mais importantes da política externa dos Estados Unidos, logo abaixo do Presidente Barack Obama. A sobrinha do Senador Ted Kennedy deverá ser a herdeira política natural, Caroline trabalhou para Barack Obama, colocou seu nome à frente durante toda a campanha, ainda nas primárias e acabou se estabelecendo como uma liderança política nacional de bom nome.

A clã Kennedy precisa manter o poder com o anúncio de câncer no cérebro do Senador Ted Kennedy. Ted deverá sair do Senado para continuar seu tratamento, mas gostaria de ver a sobrinha em Washington. A decisão depende somente do governador de Nova Iorque, Christopher Patterson (esse assumiu em função da renúncia de Elliot Spitzer  por seu envolvimento com prostituição), a quem cabe indicar a senadora que irá ocupar a cadeira vaga com a promoção de Hillary à Secretaria de Estado.

Mas Caroline Kennedy precisa sobretudo da aprovação do eleitorado rural de Upstate New York. Em locais como a cidade de Nova Iorque, a Kennedy já tem bom trânsito, mas no norte do estado ela precisa convencer que será boa para o estado.

Ontem, a possível senadora já estava em campanha.

Grupo de Chicago pretende manter amizade com amigo Obama

A vida política de Barack Obama teve seu início em Chicago como um líder comunitário, depois Senador estadual (os estados aqui têm duas câmaras – a baixa e a alta, que é o Senado Estadual) e, por fim, peregrinou os Estados Unidos durante dois anos a fim de convencer o eleitorado norte-americano que era o homem ideal para liderar o país nos tempos atuais.

Mas mesmo no calor da campanha, das primárias com Hillary Clinton até a etapa final contra John McCain, Obama manteve perto um grupo de Chicago que o acompanha desde seus primeiros momentos na cidade. Basicamente, os seus amigos mais próximos são Valerie Jarret, Martin Nesbitt e o doutor Eric Whitaker.

Valerie chegou a ser cogitada como possível substituta de Obama no Senado, mas, pela proximidade com o Presidente eleito, acabou nomeada assessora direta da Presidência. Martin Nesbitt  foi tesoureiro de campanha e Whitaker conheceu Obama na Harvard.

Num encontro domingo passado (7), o grupo traçou estratégias para se manter perto do Presidente durante os anos na Casa Branca.

Obama e o escândalo de Illinois

O Presidente-eleito Barack Obama afirmou que jamais falou com o governador de Illinois, Rod Blagojevich, sobre sua cadeira no Senado. Obama também afirmou que estava absolutamente certo que seus assessores não estiveram envolvidos na negociação de sua vaga.

De volta ao blog

Após um período de intervalo de atualização do Blog, volto hoje a manter meus leitores em dia com minhas opiniões, dicas e o que mudou desde a eleição histórica de Barack Obama à Presidência dos Estados Unidos.