Grupo de Chicago pretende manter amizade com amigo Obama

A vida política de Barack Obama teve seu início em Chicago como um líder comunitário, depois Senador estadual (os estados aqui têm duas câmaras – a baixa e a alta, que é o Senado Estadual) e, por fim, peregrinou os Estados Unidos durante dois anos a fim de convencer o eleitorado norte-americano que era o homem ideal para liderar o país nos tempos atuais.

Mas mesmo no calor da campanha, das primárias com Hillary Clinton até a etapa final contra John McCain, Obama manteve perto um grupo de Chicago que o acompanha desde seus primeiros momentos na cidade. Basicamente, os seus amigos mais próximos são Valerie Jarret, Martin Nesbitt e o doutor Eric Whitaker.

Valerie chegou a ser cogitada como possível substituta de Obama no Senado, mas, pela proximidade com o Presidente eleito, acabou nomeada assessora direta da Presidência. Martin Nesbitt  foi tesoureiro de campanha e Whitaker conheceu Obama na Harvard.

Num encontro domingo passado (7), o grupo traçou estratégias para se manter perto do Presidente durante os anos na Casa Branca.

Os comentários estão desativados.