Arquivo da categoria: Democratas 2007

Resultados do caucus em Iowa surpreendem

A vitória (por projeção, no momento em que escrevo) aponta o candidato Barack Obama como vencedor pelos Democratas, no lado dos Republicanos o ex-governador de Arkansas Mike Huckabee venceu com ampla diferença Mitt Romney.

A largada das eleições nos Estados Unidos foi dada e o resultado foi surpreendente, a derrota da democrata Hillary Clinton e sua máquina de campanha (inclua-se aí o esposo Bill Clinton, que vinha ajudando a campanha em tempo integral em Iowa) e do republicano Romney surpreende eleitores em ambos partidos.

Vejamos os resultados de New Hampshire na próxima semana.

Confira a apuração aqui.

Primeira decisão: Iowa

Nos últimos dias, refletindo tendência já apontada aqui, a candidatura do Democrata Barack Obama vem subindo em popularidade. Pelo grande público norte-americano o senador Obama é visto como um candidato mais independente dos Democratas. Obama é contra a influência dos lobistas nos Estados Unidos. É candidato de mudança.

Hillary Clinton é a estrela maior do Partido Democrata, beneficiada pelos anos como primeira-dama na Casa Branca, pela experiência no Senado representando o importante estado de Nova York e pelo sobrenome expressivo. O nome Clinton pode lhe ajudar a chegar ao poder ou atrapalhar sua trajetória ao posto político mais alto do país.

No lado republicano também há nomes importantes. John McCain, senador pelo Arizona, o homem responsável pelo projeto de imigração em 2006, que ajudaria 11 milhões de imigrantes no país, é o nome mais respeitado dentro e fora do Partido Republicano.  McCain tem mais prestígio que Romney e Giuliani, mas não emplaca como candidato presidencial.

Romney, depois de não fazer sucessor em Massachusetts, onde foi governador, tenta se projetar nacionalmente. É anti-imigrante e sua visão política é muito limitada para quem um dia anseia representar os Estados Unidos no mundo.

Giuliani, ex-prefeito de Nova York, teve seu nome em destaque após 11 de setembro. Seu índice de popularidade era bem baixo antes da histórica data.

No dia de hoje circularam algumas possibilidades para as chapas de 2008: Giuliani contra Hillary seria uma boa pedida.  Mas é também comentada a disputa Romney contra Obama (um Mórmon contra um afro-americano).

A primeira disputa em Iowa hoje dará o tom para as primárias de New Hampshire na próxima semana.

Vídeo da visita de Clinton a Lowell

Basta clicar no site de Niki Tsongas para ver Clinton em ação : www.nikitsongas.com.

A visita de Clinton a Lowell, Massachusetts

Por volta das 17 h já havia uma grande fila que esperava a abertura do Lowell Auditorium para o evento da campanha de Niki Tsongas ao Congresso. No evento a estrela mais forte foi o Presidente Clinton, cujos cabelos grisalhos constrastavam com o rosto vermelho.

Clinton começou o discurso falando que o governo Bush não investiu nada em educação e saúde. O país pouco evoluiu, disse o ex-Presidente. Ainda declarou que o corte de impostos só beneficiou os mais ricos, como ele, em detrimento dos mais pobres.

Clinton esbanjou carisma. A multidão, formada por centenas de pessoas, esperou pelo ex-Presidente ansiosamente. O evento, que começou por volta das 19 h, teve um intervalo, pois Clinton teria se atrasado devido a problemas com seu avião.

A todo momento a multidão era informada em que rodovia o ex-Presidente estaria (95, depois 495, depois Lowell Connector). O Presidente Clinton chegou junto com a candidata Niki Tsongas, candidata por Lowell e outros municípios do quinto distrito ao Congresso dos EUA.

Tsongas e Clinton já estiveram em lados opostos. Em 1992 o marido de Niki, Paul Tsongas concorria nas primárias do Partido Democrata contra Bill Clinton. Tsongas ganhou de Clinton em New Hampshire, episódio que o ex-Presidente fez questão de lembrar na noite de ontem, domingo (31).

Clinton não levou mágoas do episódio, e disse, em meio a muitos aplausos, que Paul Tsongas (pronuncia-se sángas) estaria vendo o apoio que a viúva Niki Tsongas recebia agora dele.

Os anos Clinton (1993-2000) coincidiram com a era de ouro dos Estados Unidos, com empregos à vontade e amplo crescimento das empresas da era da Internet. Também coincidiram com anos de paz e com uma visão bem melhor dos Estados Unidos no mundo do que atualmente.

Niki Tsongas e Bill Clinton em noite de glória

s5031530.JPG

O ex-Presidente Clinton faz discurso propondo tempos de mudança na campanha de Niki Tsongas para o Congresso dos Estados Unidos.

Foto: André Abreu.

O ex-presidente Clinton estará em Lowell no domingo…

(Se bem que aqui, uma vez recebido o título de Presidente, o eleito conserva o título pela vida inteira.)

Clinton, o Bill, chega em Lowell no domingo (30). O homem que mais influenciou a história recente dos Estados Unidos virá ao Lowell Auditorium às 18 h para apoiar a candidatura de Nikki Tsongas a deputada federal pelo Partido Democrata.

Nikki está competindo contra o candidato republicano Jim Ogonowski. Ogonowski tem amplo apoio conservador, e seu irmão John morreu em um dos aviões que atingiram as Torres Gêmeas no 11 de setembro.

Nikki Tsongas é viúva de Paul Tsongas, nome de peso político forte na cidade de Lowell. 

…e Hillary estará na MSNBC hoje à noite

O pessoal da campanha de Hillary Clinton acaba de informar que ela está em New Hampshire hoje. Hillary chega pronta para mais um debate presidencial. Findo o verão, a ex-primeira-dama caminha a passos firmes estabelecendo sua candidatura à Casa Branca.

Como ninguém é de ferro, o pessoal da campanha janta com Hillary logo depois na Ramunto’s Pizzeria em Hanover.

O debate irá ser transmitido pela MSNBC a partir das 21 h.

Candidato James Eldridge perde primárias do Partido Democrata

james.jpg James Eldridge (foto), deputado estadual pela região de Acton-MA, perdeu as primárias esta semana. Candidato identificado com a comunidade brasileira, James, que ficou conhecido na campanha a deputado federal como Jamie, perdeu as primárias do Partido Democrata.

Jamie, que já trabalhou em Washington como assessor parlamentar enquanto estudava na Johns Hopkins University, sonhava em se tornar deputado federal nas eleições de outubro, mas acabou perdendo a vaga de candidato para Nikki Tsongas, herdeira política e viúva do candidato presidencial Paul Tsongas da cidade de Lowell.

Nikki Tsongas acumulou na campanha mais de 1 milhão de dólares, era a candidata mais conhecida e trazia consigo todo o legado histórico do líder político Paul Tsongas, senador no final da década de 70.

O resultado final das primárias do Partido Democrata foi o seguinte: Nikki Tsongas – 19811 votos, Ellen Donoghue – 17373, James Eldridge – 8041, Finegold – 6996 e Miceli – 3296.

O deputado estadual James Eldridge teve seu nome projetado estadualmente, com vistas a disputar outros cargos no futuro e ter seu nome em destaque dentro do Partido Democrata. Ele passa o final de semana descansando e reavaliando o seu trabalho político no estado do Maine.

Foto: Arquivo de campanha.

Conheça os novos Kennedys

Desde que saíram da Casa Branca, os Clintos não tiveram um minuto de sossego. Eles sempre foram o centro da atenção da mídia, e mantiveram boas relações com ela após a saída de Washington. O poder político passou das mãos do marido Bill para a esposa Hillary, que logo virou senadora por Nova York.

A corrida por Nova York ( e não por Illinois, onde Hillary nasceu e passou boa parte da vida, e nem por Arkansas, onde foi primeira-dama do Estado) foi planejada por assessores nos mínimos detalhes, pois era o estado em que a dama de ferro era mais popular. Em Nova York o único candidato que poderia vencê-la deixou a disputa de 2000 depois de diagnosticado com câncer de próstata e meses depois de revelar que tinha uma amante. O nome do candidato? Rudy Giuliani, que agora poderá se tornar o candidato a presidente e enfrentar Hillary. Semelhantemente, em 2006, Hillary viu a candidata republicana Jeanine Pirro sair da disputa antes do final para concorrer a outro cargo público (ela “amarelou”).

O maridão Clinton também nunca esteve longe das câmeras e dos repórteres do maiores jornais do país. Como ex-presidente, primeiro se dedicou a reunir o material da sua presidência em sua biblioteca presidencial em Arkansas (FHC fez o mesmo criando o Instituto Fernando Henrique Cardoso em São Paulo), depois se juntou ao velhão George H. Bush. na busca de recursos financeiros para as vítimas do Katrina a convite do próprio Presidente Bush e na Iniciativa Clinton, que reuniu os principais líderes mundiais para melhorar o mundo. Agora, Clinton trabalha sem parar nos bastidores, bem como em algumas aparições públicas, com a esposa presidenciável em campanha.

Ou seja, desde 2001, quando acabou a presidência Clinton, eles, o casal Bill-Hillary, ainda dominam as manchetes, superando até o atual Presidente Bush. Eles só perderam nos primeiros dias de mandato e no período pós-11 de setembro.

Ao pesquisar Amazon.com, o maior site de venda de livros nos Estados Unidos, você verá uma lista enorme de livros escritos sobre os Clintons e sobre os Kennedys. Além de biografias do casal escrita pelos próprios, há uma outra lista de biografias escritas por jornalistas.  Sobre os Kennedys, há material escrito por eles e sobre eles: no topo da lista os irmãos Robert e John Kennedy e biografias da família. Mas, politicamente, o clã não tem força política energizante como o do casal Clinton, apesar de ter Edward Kennedy no Senado. O sonho da presidência passou por Robert e por Edward há décadas. Passaria por John Kennedy Jr. se não tivesse morrido em um acidente de avião em 1999.

Como em clãs políticos, os Clintons terão outro fato a comemorar se Hillary se tornar a primeira-Presidente: Chelsea será a primeira “primeira-filha” pela terceira vez na história dos Estados Unidos.   

chelsea.jpg

Tal mãe, tal filha: Hillary admira a criação, Chelsea admira a criadora.

Foto: New York Times.

James Eldridge prossegue com campanha para deputado federal

eldridge.jpgJames Eldridge, deputado estadual democrata pelas cidades de Acton, Boxboro, Harvard, Lancaster, Lunenburg e Shirley, tem feito uma campanha bastante dinâmica para deputado federal (ele ainda precisa passar pelas primárias do dia 4 de setembro).

Visitou os estúdios da NECN, a estação de televisão da Nova Inglaterra, semana passada e tem participado de vários debates na comunidade. 

Jamie, como é conhecido pelos eleitores, tem um histórico de apoio à comunidade brasileira na Assembléia Legislativa de Massachusetts.

Se vencer as primárias, James Eldridge disputa eleição para o cargo de deputado federal em 16 de outubro.

A eleição é chamada de especial, pois visa preencher a vaga deixada pelo ex-Deputado Marty Meehan (Democrata, quinto distrito eleitoral), que agora é reitor da Universidade de Massachusetts em Lowell.  Jamie poderá atrair os votos da comunidade brasileira de Lowell, que é parte do quinto distrito.

Para saber quais cidades fazem parte do quinto distrito. além de ter outras informações importantes,  clique aqui.

Foto: www.repeldridge.com